segunda, 26 de fevereiro de 2018 - 11:19h
IAPEN abre seleção para instrutores da ESAP
Processo Seletivo é direcionado exclusivamente para servidores efetivos do Grupo Penitenciário Amapaense
Por: Ascom IAPEN
Foto: Acervo IAPEN
Wanilson Sá, Magave Amador e Emerson Silva são instrutores de tiro da ESAP desde 2013

O Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN) publicou nesta segunda-feira, 26, o Edital Interno 001/2018, que torna público os critérios e condições de inscrição e seleção do processo de credenciamento de instrutores da Escola de Administração Penitenciária do Estado do Amapá (ESAP).

O edital é direcionado exclusivamente para servidores efetivos do Grupo Penitenciário e destina-se a selecionar e credenciar candidatos a vagas de instrutores especializados para as atividades de formação, treinamento e aperfeiçoamento da ESAP para os anos de 2018 e 2019.

O edital estabelece quatro áreas de atuação, eixos articuladores definidos pela matriz curricular do Departamento Penitenciário Nacional: Administração Penitenciária; Saúde e Qualidade de Vida; Segurança e Disciplina; Relações Humanas e Reinserção Social. Esses quatro eixos juntos somam mais de 30 áreas prioritárias de atuação da ESAP, outras disciplinas poderão ser inseridas de acordo com a demanda oriunda do IAPEN.

O período de inscrição será de 12 a 16 de março, e deverá ser feita pelo próprio candidato, diretamente na ESAP que fica localizada na Rodovia Duca Serra s/n, no Marabaixo II – AIFA. O horário de atendimento será das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Serviço:

O candidato poderá obter informações referentes ao processo de seleção para instrutores na sede da ESAP ou clicando aqui para ler o edital.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

IAPEN - Instituto de Administração Penitenciária do Amapá
Rodovia Duque de Caxias, km 07, Cabralzinho - (96) 3261-2700 - gabinete@iapen.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2018 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá